O Formigueiro número 11, 7 de novembro de 2010

O Formigueiro – Ano I – No. 11 – 7/11/2010

(Boletim oficial da ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS TORCEDORES)
http://torcedores.org
E-mail: ant-noticias@googlegroups.com
Twitter: @ANTorcedores

“Sem torcedor não há futebol, sem futebol não há alegria”

Pontapé inicial:

Venho aqui propor uma grande maniFESTAção nacional a ocorrer na última rodada do Brasileirão 2010, em 5 de dezembro. Já fomos alvo de várias matérias de rádio, blogs e mesmo de jornais impressos. Mas a chamada “grande imprensa” faz de conta que não existimos. A rede de televisão que manda no nosso futebol é claro que não está interessada em fazer propaganda das nossas bandeiras.

Uma maniFESTAção de cunho nacional, nos dez estádios da última rodada é uma forma de obrigá-los a reconhecer nossa existência. Fica aí o desafio às formigas das ANTs regionais:

ANT-SP: São Paulo x Atlético-MG /// Santos x Flamengo /// Prudente x Internacional

ANT-RJ: Vasco x Ceará /// Fluminense x Guarani

ANT-MG: Cruzeiro x Palmeiras

ANT-RS: Grêmio x Botafogo

ANT-GO (e ANT-DF): Goiás x Corinthians

ANT-BA: Vitória x Atlético-GO

ANT-PR: Atlético-PR x Avaí

A imprensa vive de fatos inusitados. Nunca houve nada deste tipo no futebol brasileiro. Vai ter uma ampla repercussão. Temos que trabalhar para isso. As ANTs que tiverem alguma dificuldade entrem em contato conosco, vamos fazer tudo para ajudar. Mas tenho certeza de que nossos formigueiros por todo o Brasil são capazes de dar essa demonstração de força. Lembrando que a formiga tem seis braços e é capaz de levantar 15 vezes o seu peso. Mas sempre com a festa e a alegria que nos faz acima de tudo torcedores.

Um abraço de formiga e de torcedor,

Marcos Alvito (editor-torcedor temporário de O Formigueiro)

PS: Como informamos no número anterior, O Formigueiro passa a sair duas vezes por semana: 5ª. e domingo.

PPS: O futebol brasileiro é moderno? Escrevemos um artigo tentando responder a esta pergunta na seção Palavra de Formiga

Notícias da ANT nacional:

– Nosso site tem uma nova seção: vídeos, com todos os vídeos das nossas maniFESTAções no Rio de Janeiro. Cabe às ANTs locais nos enviarem também seus vídeos. Não precisam ser profissionais, podem ser filmados no celular mesmo. Além disso, é preciso que as ANTs regionais nos enviem a lista dos seus próximos eventos para que os publiquemos no site na seção com este nome.

– PRÓXIMO EVENTO NO RIO DE JANEIRO: HOJE ManiFESTAção antes do Fluminense e Vasco no Engenhão, concentração às 16:30 (o jogo vai ser às 19:30 no domingo!) na rampa de descida da estação Engenho de Dentro

Notícias das ANTs regionais e municipais:

ANT-São Paulo (capital):
Contato: Jorge Suzuki: vardema@gmail.com ou Danilo: amargo@gmail.com

– Próxima reunião: 8 de novembro, 20h, Pacaembu (em frente ao Museu do Futebol)

ANT-Campinas:
Contato: Fábio panoscoloridos@gmail.com , 92086977

Proxima Reunião do Núcleo de Torcedores de Campinas e região – ANT

abraço

Fábio – Núcleo de Torcedores de Campinas e Região – ANT
Telefone: 92086977 http://www.campinastorcedoresant.blogspot.com

*http://www.campinastorcedoresant.blogspot.com/

ANT-BA, interessados entrar em contato com Irlan iirlansimoes@gmail.com
Lista BA: http://groups.google.com.br/group/ant-ba

ANT-Belo Horizonte, interessados entrar em contato com Marina marinamattos@gmail.com

ANT-DF, interessados em organizar o núcleo, entrar em contato com Luiz: zarref@gmail.com ou Juliana: julianatxrlima@gmail.com ;
Lista DF: http://groups.google.com.br/group/ant-df

ANT-ES, interessados entrar em contato com joaoolavo@gmail.com
Lista ES: http://groups.google.com/group/ant-es

ANT-Florianópolis, interessados entrar em contato com Raphael: raphaelperico@yahoo.com.br

ANT-Fortaleza, interessados entrar em contato com Jonas jonasmbezerra@gmail.com

ANT-GO, interessados entrar em contato com Lucas: lucaspardinho@hotmail.com
(62)32954619 / (62)85002957 / (62)81545882 / (62)93201221 ou com Valdir Malagueta: malaguetavs@gmail.com

ANT-Manaus, interessados entrar em contato com Thiago: correathiago1@gmail.com

ANT-MG, interessados entrar em contato com Christian: christianmarquesmg@gmail.com

ANT-MS, interessados entrar em contato com Josué:
josue.quadros@gmail.com msn: josue.quadros@hotmail.com

ANT-PB, interessados entrar em contato com Edônio: edonio@uol.com.br

ANT-PE, interessados entrar em contato com Rodrigo Lima:
rblima@gmail.com ou com André Pereira: profandreesp@ig.com.br

ANT-PR, interessados em organizar o núcleo, entrar em contato com Rafael nemtudofoidito@gmail.com
Lista PR: http://groups.google.com.br/group/ant-pr

ANT-RJ, interessados entrar em contato com Carol Walliter: carol.walliter@gmail.com
Lista RJ: http://groups.google.com.br/group/ant-pr

ANT-RO, interessados entrar em contato com Sandro: sandrocacoal@gmail.com

ANT-RS, interesssados entrar em contato com Brenno (Porto Alegre): brodeal@terra.com.br ou Felipe (Pelotas): lipegon@gmail.com
Lista RS: http://groups.google.com.br/group/ant-rs

Mídia de campo (links para notícias importantes e comentários):

– (Notícia enviada por Rogério Cappelli):
3/11/2010
Clube dos 13 planeja jogos sexta e sábado à noite

Atrair o mercado asiático é um antigo sonho dos clubes brasileiros. Na Ásia, times europeus fazem pré-temporada a peso de ouro. E a porta de entrada para esse mercado, na opinião dos cartolas, é a televisão.
O Clube dos 13 fez um estudo e concluiu que vale a pena fazer partidas em um horário que interesse aos asiáticos, mesmo que sejam estranhos para o torcedor brasileiro. Jogos às 10 horas seriam interessantes para os países da Ásia, mas gerariam protestos dos jogadores e torcedores brasileiros. A saída seria fazer partidas noturnas em dias da semana que ainda não são aproveitados nesse horário, como sexta e sábado (já tivemos em outras épocas partidas por aqui sábado à noite). Pelo levantamento que os cartolas têm em mãos, esse calendário agradaria às TVs asiáticas.
Novas discussões entre os cartolas deverão ser feitas para que a ideia seja aprovada. Depois disso, será necessário o sinal verde da CBF. O novo horário, porém, só será colocado em prática nas próximas edições do Campeonato Brasileiro se aparecerem compradores. O projeto não é para a competição atual.

Blog do Perrone
– Esta notícia é mais uma prova adicional, para quem ainda não estava convencido, de que o futebol virou um show televisivo.

PALAVRA DE FORMIGA
(ARTIGOS ESCRITOS POR NOSSOS ASSOCIADOS)

VIVA O FUTEBOL MODERNO!

Marcos Alvito

O futebol brasileiro contemporâneo é tudo menos moderno. Começando do alto (ou do mais baixo), temos a Confederação Brasileira dos Filhos… e cunhados do Havelange. É incrível que esta família (inclusive no sentido siciliano do termo) esteja mandando no futebol brasileiro há quase 50 anos. Para quem só conhece Havelange de foto, basta saber que ele se elegeu presidente da FIFA comprando votos e viajando o mundo todo às custas da então CBD. Assim nos conta David A. Yallop em seu livro Como eles roubaram o jogo – segredos dos subterrâneos da FIFA. Se examinarmos federações e clubes, encontraremos a mesma mistura de despotismo, nepotismo, continuísmo e corrupção. Uma pitadinha de Revolução Francesa nesse ponto, com uma revolta do Terceiro Estado e algumas cabeças rolando (metaforicamente) não faria mal algum. Aqui estamos longe, muito longe da modernidade.
Agora vejamos algo básico, como a venda de ingressos. Existe algo mais arcaico e tradicional? Como é que eles sempre vão parar na mão dos cambistas? Será que as rendas reais são mesmo aquelas, será que as gratuidades são mesmo aquelas? É um sistema obscuro que beneficia sempre os mesmos: empresas que fabricam os ingressos (e que fazem adiantamentos aos clubes, que ficam presos a elas do mesmo modo que à televisão) e, mais uma vez, cartolas corruptos. Aqui também uma modernização que acabasse com esse mar de mutretas não iria nada mal.
Sistema de transportes? Em dia de jogo? Existe sim. Em entrevista com o então comandante do GEPE (Grupamento Especial de Policiamento de Estádios), Major Marcelo, ele me disse que o “esquema especial” das empresas de ônibus do Rio de Janeiro quando da realização de jogos noturnos era o seguinte: retirar os ônibus de circulação. Na Inglaterra fui a um jogo do equivalente à 9ª. divisão e o time colocava uma vanzinha (gratuita) para levar os torcedores da estação de trem até o “estádio”. Aqui as empresas de ônibus, multimilionárias, tratam o torcedor de futebol como um leproso (na Idade Média, bem entendido). Cadê a modernidade?
Por falar em polícia, qual é o principal instrumento de policiamento dos estádios? Investigação? Inteligência? Aparelhos sofisticados de filmagem? Errado. Acertou quem respondeu o cassetete, o bom e velho porrete usado pela Humanidade desde o Paleolítico. Ao invés de prender e processar a minoria ínfima de torcedores que vão ao jogo sobretudo para brigar, a polícia prefere bater. Fiz trabalho de campo com policiamento de estádio por um ano e ouvi conversas entre policiais do tipo: “Mandei fazer um cassetete especial com pau de aroeira, dói pra caramba”. Estas “batalhas campais” entre policiais e alguns torcedores interessam sobretudo à mídia, que pode generalizar este comportamento (indevidamente) a todas as torcidas organizadas, desmoralizando-as e criminalizando-as aos olhos da opinião pública. Desde quando o bom e velho porrete é sinônimo de modernidade?
Uma das características da modernidade é o fim do arbítrio dos reis e autoridades. Constituições, leis que garantam os direitos dos indívíduos são elementos centrais na modernidade. O que dizer do Estatuto do Torcedor? Em primeiro lugar, faz a confusão proposital entre torcedor e consumidor, encarando o futebol como um produto. Mudanças e adendos recentes conseguiram piorar o que era ruim, transformando o Estatuto do Torcedor, que em teoria deveria protegê-lo, em um mini Código Penal enumerando punições. Os nossos poucos direitos não são respeitados: que tal ter o direito a assistir ao jogo pelo qual pagamos entrada? Este direito há quatro anos vêm sendo desrespeitado no Engenhão como já mostramos aqui. Modernidade deve ser isso: pagar para assistir a um jogo de futebol e ficar vendo o verso de uma placa de publicidade pintada de verde (requinte de crueldade).
A parte menos moderna, todavia, é o sistema de formação de jogadores. Milhões de jovens brasileiros sonham em ser jogadores de futebol. Pouquíssimos dentre eles irão tornar-se profissionais e dentre estes, apenas uma minoria ínfima irá ganhar os altos salários que povoam o imaginário das classes populares. A formação de um jogador profissional, antes dele vestir pela primeira vez a camisa do time principal, demora em torno de 5.000 horas de treinamento em 10 anos. Mais do que a maioria dos cursos de graduação. Os clubes exploram essa mão de obra infantil sem nenhuma responsabilidade, não são obrigados a dar escola, nem a oferecer cursos profissionalizantes, nada. Se o garoto de 11 ou 12 anos se machucar ou se não “servir” mais o que ocorre? É simplesmente abandonado. Todo ano milhares de jovens sofrem este trauma. Para onde vão? O que fazem? O Estado zela por eles? Se der sorte e for bom de bola e não se machucar e não brigar com ninguém no clube, o garoto tem direito a um empresário que irá fazer um contrato extra-oficial (em outras palavras, ilegal) com ele e sua família. Enfim, uma mistura de escravidão, com pessoas sendo vendidas e compradas, com capitalismo selvagem de grupos de investimento detendo 19,7% de um atleta. Modernidade aqui nem pensar. Regulação por parte do Estado, proteção aos jovens, preparação para a vida futura com ensino profissionalizante, nada disso ocorre.
Da televisão e de sua relação com os clubes será necessário falar? Que tal o “sistema” (para evitarmos termos mais fortes) de compra e venda dos direitos de transmissão? Existe algo menos transparente? Leis do mercado funcionam para clubes endividados diante da rede que detém o monopólio há décadas? E por que o CADE demorou tanto a agir? As brumas da Idade Média ainda não se dissiparam também neste ponto.

Enfim, é válido o sentimento de exasperação (que alguns preferem chamar de ódio, o que é até compreensível) diante do futebol brasileiro contemporâneo, marcado por esta mistura do que há de mais atrasado na política com o que há de mais desumano nas práticas capitalistas atuais. Mas chamar esse Frankenstein de futebol moderno é uma piada.
O único sinal de vida moderna que encontro no futebol brasileiro contemporâneo é a ANT. Somente a nossa luta, que está apenas começando, pode fazer com que sonhemos algum dia ter direito a um futebol que mereça ser chamado de moderno…

Tabelinha, nossos queridos parceiros:

– Alguns dos gols mais bonitos do futebol foram feitos em tabelinhas, a jogada mais solidária do futebol, assim como sem parceria não haveria samba. A cultura popular é anti-individualista, é coletiva, é comunitária, ninguém joga futebol sozinho. A ANT não existiria e não vai crescer sem parcerias, que vamos reconhecer aqui, em cada número. Eis a gente bronzeada cujo valor nós reconhecemos (na ordem em que as parcerias foram feitas):

Comunidades Catalisadoras: http://www.comcat.org

Trupe SA (Sociedade da Alegria): http://www.trupesa.blogspot.com
Luiz Fernando Sarmento: http://www.videolog.tv/luizfernandosarmento
Centro Cultural A História que eu conto:
http://www.ahistoriaqueeuconto.wordpress.com

Livraria Folha Seca: http://www.livrariafolhaseca.com.br

Família do torcedor Antônio Marcos Alves de Oliveira: http://www.casomarquinhos.blogspot.com

Associação dos Sambadores e Sambadoras do Estado da Bahia (ASSEBA): http://www.asseba.com.br

Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Esporte e Sociedade:
http://www.historia.uff.br/nepess/apresentacao.html

Revista Digital Esporte e Sociedade: http://www.uff.br/esportesociedade

Roda de samba mensal do bloco Bagunça meu coreto na Praça São Salvador (metrô Largo do Machado), Rio de Janeiro

APAFUNK – Associação dos Profissionais e Amigos do Funk: http://apafunk.blogspot.com

Placar ANT: até o fechamento desta edição, às 1:06 horas, tínhamos exatamente

1098 associados

Ajude O Formigueiro enviando notícias, links para fotos e vídeos, artigos etc para ant-noticias@googlegroups.com

Esta edição também está disponível no nosso blog: https://respeitemofutebol.wordpress.com

Ajudem-nos repassando este boletim para amigos e interessados

NOSSA MISSÃO em 7 pontos para homenagear Garrincha, a alegria do povo: criar uma organização sem fins lucrativos para lutar contra:
1. A exclusão do povo brasileiro dos estádios de futebol, fruto de uma política deliberada de diminuição da capacidade dos estádios, extinção de setores populares dos estádios e aumento abusivo dos ingressos

2. O desrespeito à cultura torcedora com a extinção de áreas populares como a geral, onde há uma tradição própria de participação no espetáculo que inclui assistir ao jogo de pé (o que acontece na Alemanha)

3. A falta de transparência no futebol brasileiro, há décadas nas mãos de dirigentes incompetentes e corruptos; exigimos a democratização das decisões acerca do futebol brasileiro com a participação dos torcedores; por exemplo: as sucessivas e milionárias reformas do Maracanã, feitas sem nenhuma consulta aos torcedores

4. A exploração politiqueira do futebol visando eleger candidatos que aproveitam-se da sua popularidade para conseguirem mandatos contra o povo

5. O controle das tabelas e horários dos campeonatos na mão da rede de televisão que há décadas detém o lucrativo monopólio das transmissões televisivas de jogos de futebol; horário máximo de 20h para o início das partidas durante a semana e 17h aos domingos

6. A retirada de comunidades de trabalhadores em nome da Copa do Mundo e das Olimpíadas

7. A falta de meios de transporte dignos durante os dias de jogos; exigimos esquemas especiais em dias de jogos

Anúncios

Sobre alvitobr

Ser humano, pandeirista amador e escritor aprendiz. Professor nas horas Vargas. Ama a literatura, esperando um dia ser correspondido rs
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s